quinta-feira, 13 de março de 2014

O que é o Cold Process

 

 

O que é Cold Processs

O processo Cold Process mescla ciência com arte com a finalidade de formar uma experiência única na saboaria artesanal.

É quando através da saponificação nasce o sabão!

Explicando de forma bem simples,saponificação é o nome de uma reação química entre um ácido e uma base para formar um sal. Quando se faz sabão usando o processo de Cold Process, mistura-se o óleo ou a gordura (ácidos) com soda cáustica (base) para formar o sabão (sal).
Para explicações mais detalhadas com a assessoria de um Químico, recomendo sempre a leitura do Blog do Sr. Roberto Akira, nome respeitável nesse meio, além de transformar explicações científicas em leitura acessível e agradável: www.japudo.com.br

Além do Cold Process existe também o Hot Process que é o sabão feito no calor do fogo ou do forno e que será postado depois.

Por enquanto estaremos vendo mais receitas e exemplos feitos com o Cold Process por ser mais simples e também mais utilizado, além de conseguir efeitos surpreendentes nas qualidades e propriedades do produto final.

Óleo de Palma

 

Óleo de Palma

 

image

Leia esse PDF bem interessante sobre a produção do óleo de palma, regiões onde é abundante e as razões pelas quais devemos comprar esse óleo apenas daqueles que o produzem de forma sustentável.
Por que é um óleo bastante comum em saboaria?

A composição de ácidos graxos do Óleo de Palma é rica em palmítico, que confere dureza e espuma ao sabão, e o oleico responsável por um bom condicionamento
Leia mais sobre propriedades dos óleos aqui: http://www.japudo.com.br/saboaria/introducao/#propriedade%20dos%20%C3%B3leos

Óleo de Licuri

 


image

O Sabão em barra ou o sabonete, como costumamos chamar aos perfumados usados na higiene pessoal, é feito com óleos vegetais ou gorduras animais, como o sebo, a banha e outros.
Os óleos vegetais empregados em saboaria são de uma riqueza extrema em se tratando de propriedades importantes para o produto e seus efeitos na pele.
Podemos resumir esses óleos em basicamente: palma, palmiste, babaçu, mamona, canola, girassol, coco e oliva.
Esses são os ingredientes vegetais que estarão presentes na maioria das formulações e iremos falar de cada um deles em separado, mas hoje o espaço é para um óleo que não se encontra entre esses básicos mas que pode ser usado com o mesmo valor ou até mais.
O óleo de Licuri ou Óleo de coco de Licuri.

PROPRIEDADES: O licuri, conhecido também por ouricuri, é fruto de uma palmeira típica do semi-árido e cerrado do Brasil. O diferencial do óleo do licuri é o alto teor de ácidos graxos saturados de cadeias médias (ácidos caprílico, cáprico e láurico), que são inclusive mais curtas que as do óleo de coco. Isso confere ao óleo excelente espalhabilidade e penetração. Tem também baixa acidez e alta estabilidade. Para as comunidades saboeiras da região semi-árida do Brasil, esse é o melhor óleo para produção de sabão .

USO NUTRICIONAL/COSMÉTICO: é muito apreciado como azeite, regado sobre carnes e peixes. Como cosmético, é usado principalmente para fazer sabão. Seu uso em outros produtos ainda é raramente explorado.

image

http://www.verisbrasil.com/linha-materia-prima/14/3/%C3%93leo-de-Licuri

segunda-feira, 10 de março de 2014

Sabão e mais um modo de torná-lo multi cores

Técnica super criativa

Um modo bem criativo de criar belos efeitos de cor no sabão artesanal. Veja o vídeo

Curso de Saboaria on-line

 

Quero falar para vocês sobre as experiências das aulas on-line. São boas, ensinam, sim. E eu começo pelo curso do Amauri, um jovem saboeiro Brasileiro que faz um sabão diferente de tudo que já se viu. São bonitos, muito cheirosos e extremamente bem feitos com matéria prima orgânica de seu maravilhoso estado: Bahia! Isso mesmo, palma, palmiste e agora licuri comprados na fonte do produtor. E ele também vende esses óleos para quem precisar.

Vale a pena, muito mesmo, conhecer seu blog:http://www.aromachik.blogspot.com.br/

Muitas ideias, tutoriais muito bem explicados e uma inspiração profunda de quem ama e tem um super entusiasmo pelo que faz. Super recomendo!

curso marco 2B

 

sabonetesarte

Vejam esses que lindos! E veja mais em seu blog!

domingo, 2 de março de 2014

Outra técnica de desenho no sabão

 

Com a receita de sabão que não pode entrar em traço grosso muito rapidamente e os pigmentos escolhidos, faça um desses você também! Parece descomplicado, exige paciência e consistência adequada na massa para que chegue até o final sem endurecer.

Swirl

 

Processo a frio

Para quem já tem sua receita aqui a técnica para criar os desenhos em swirl no sabão, além do modo de dividir a barra em duas cores.